A Escola do Amanhã Professor Ari Marques Pontes em Guaratiba passa por diversos problemas administrativos Para pais de alunos o problema mais grave é a falta de segurança no entorno da escola

0
161

A escola do amanhã Professor Ari Marques Pontes, inaugurada pelo prefeito Eduardo Paes em março deste ano, tem sido palco de repetidos episódios de violência. O vídeo acima, do dia 8 de abril, aconteceu na escola, que fica em Guaratiba, na Zona Oeste do Rio, e é possível ver um aluno, de 15 anos, sendo agredido por um homem de 23 anos, que não é aluno da instituição. O adolescente desmaia depois de levar um chute na cabeça. Ele teve que ser levado para o hospital, onde levou seis pontos na testa. Veja a matéria feita pelo RJTV 2ª Edição que foi ao ar no dia (04/05/2016)

“Tava saindo eu e minha irmã, ele já veio me agredindo sem eu fazer nada com ele. Eu me lembro só eu caído no chão e minha irmã me abanando”, relata o menor.
“A escola sempre se omite, quem tava ajudando eram os reponsáveis, guardas aqui e pegaram o cacetete”, reclama a mãe.

As mães dos alunos já tiveram uma reunião com a direção e com a Guarda Municipal, mas afirmam que nada foi feito.

A violência não é o único problema para quem estuda lá. O prédio novo e com bonitas instalações já apresenta outros problemas: a água do bebedouro tem gosto ruim, não há vestiário na qua
dra de esportes, há apenas uma cabine para o banheiro e os banheiros novos ficam fechados.
Além disso, um único gerador é responsável por atender a faculdade, mas não é o suficiente para aguentar o ar condicionado e os ventiladores, e o aparelho já parou duas vezes, impedindo os alunos de ter aula.
A Light disse o projeto pra aumentar a carga de energia pra essa escola está dentro do prazo previsto pela aneel e que a obra deve ficar pronta até o dia 12 de agosto. A empresa argumenta que não pôde fazer o aumento de carga antes por causa de exigências técnicas, que só foram cumpridas no dia 12 de abril.

Texto extraído da matéria do RJTV 2ª Edição