Detran e PM realizam operação com reboque na estrada do Catonho Operação visa apreender veículos em situação irregular

0
3

A crise em que passa o estado do Rio de Janeiro, com o governo do estado sem dinheiro para pagar salários de servidores e também de fornecedores, e bilhões a receber de contribuintes inadimplentes levou o Detran para as ruas

Veiculo sendo rebocado na estrada do Catonho agora pela manhã | Foto Grupo WhastApp CCS AISP14
Veiculo sendo rebocado na estrada do Catonho agora pela manhã | Foto Grupo WhastApp CCS AISP14

Pelos números levantados pela secretaria de Fazenda, em parceria com o Detran, aproximadamente um em cada cinco veículos (22%) que circulam no município do Rio de Janeiro está em débito com o Estado. Somente em 2015, as dívidas de IPVA no município passam de R$ 158 milhões, sem serem contabilizados os juros e as multas. No acumulado desde 2012, o déficit ultrapassa R$ 365 milhões.

Agentes do Detran com o apoio da Polícia Militar verificam a documentação dos veículos | Foto Grupo WhastApp CCS AISP14
Agentes do Detran com o apoio da Polícia Militar verificam a documentação dos veículos | Foto Grupo WhastApp CCS AISP14

Os veículos que não apresentam o licenciamento anual são autuados e rebocados para o depósito da prefeitura de cada cidade e só podem ser retirados após o pagamento do IPVA, da multa e da diária do pátio. De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro, conduzir veículo registrado que não esteja devidamente licenciado é uma infração gravíssima, sujeito a multa, apreensão do automóvel e o motorista ganha sete pontos na carteira.

Estrada do Catonho foi a escolhida para a operação | Foto WhastApp Grupo CCS AISP14
Estrada do Catonho foi a escolhida para a operação | Foto WhastApp Grupo CCS AISP14

Texto da matéria Jornal O Dia