sábado , 21 outubro 2017
Home / Destaque / Jovem some na Taquara e família pede informações em área de milicia João Pedro de Oliveira da Costa saiu de casa na manhã da última quinta-feira e não retornou

Jovem some na Taquara e família pede informações em área de milicia João Pedro de Oliveira da Costa saiu de casa na manhã da última quinta-feira e não retornou

Foto reprodução da Internet
João Pedro de Oliveira da Costa, 16, saiu de casa na quinta-feira e não retornouReprodução Internet

Rio – O caso do desaparecimento de um jovem da Zona Oeste está sendo divulgado nas redes sociais desde a noite de ontem. Segundo posts de amigos e familiares no Facebook, João Pedro de Oliveira da Costa, 16, saiu de casa, na Taquara, na manhã de quinta-feira, por volta das 11h, e não retornou.

Conhecidos de João, que não quiseram se identificar, relataram que ele estava andando com ‘más companhias’ desde que começou a estudar em um supletivo noturno. Eles mencionaram a existência de uma lista de rapazes jurados de morte pela milícia local, e disseram que João Pedro fez amizade com alguns deles: “Encontraram essa lista nas mãos de alguns meninos que apareceram mortos aqui na região. Não sabemos se estavam envolvidos com roubo ou tráfico, mas eram usuários de maconha. O João defendia os amigos, dizia que sabia que faziam coisas erradas, mas tinham bom coração”.

Parentes relataram que a preocupação começou porque João passou a chegar cada vez mais tarde em casa após as aulas: “Ele começou a chegar às dez, às onze, meia-noite”. O Conselho Tutelar passou a acompanhar o caso e sugeriu uma mudança de escola, mas João não queria ser separado dos amigos. “Ele ficou revoltado. Passou uma semana na casa da avó e voltou para casa, mas no dia seguinte saiu e não voltou mais”, lamentaram.

A mãe do jovem pediu que, quem tiver alguma informação sobre o paradeiro de João, entre em contato pelo Whatsapp através do número (21) 97544-3575. “A família está preocupada, ou melhor, desesperada com esse sumiço. Se possível, compartilhem”, pede a postagem.

Matéria: Jornal O Dia

Print Friendly, PDF & Email

Comments

comments

Veja Também

Foto Divulgação

Comerciante é rendido e executado com sete tiros em Realengo O comerciante José Heron de Moraes, de 47 anos, foi encontrado morto em Realengo

O comerciante José Heron de Moraes, de 47 anos, foi encontrado morto em Realengo, Zona ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Criado com Area de Membros WP
Translate »
Entre em Contato