Transolimpica já funciona para passageiros e trafego será liberado amanhã para veículos Trajeto até Recreio dura cerca de 32 minutos e fluxo ainda é pequeno em quase todas as estações

1
5

Por Rogério Silva – contato@magalhaesbastos.com.br

Há três dias após a inauguração, o BRT Transolimpica transporta poucos passageiros e fluxo nas estações é bem reduzido, chegando a não entrar nenhum passageiro em algumas estações

Com o termino das olimpíadas, a maioria dos moradores estavam ansiosos para poder utilizar o mais novo corredor expresso. Como anunciado em algumas reportagens, o BRT Transolimpica não sai de Deodoro (Como informa a TV Globo) e sim da Vila Militar. Em quanto o BRT Transbrasil não estiver pronto o usuário tem o destino final e/ou inicial a estação da Vila Militar. Percorri o trajeto hoje (24/08) e pude observar o baixo fluxo de usuários, para se ter uma ideia, na estação do BRT Marechal Fontenelle só entraram 04 passageiros.

Fluxo pequeno de usuários para o horário deixa o BRT vazio ao longo da sua viajem até o recreio / Foto Rogério Silva
Fluxo pequeno de usuários para o horário deixa o BRT vazio ao longo da sua viajem até o recreio / Foto Rogério Silva

O BRT Transolimpica esta parando em todas as 18 estações do trajeto e em todas elas, pude observar que a “bilheteria” esta funcionando para recarga do cartão RioCard (Fiz a recarga na estação São José de Magalhães Bastos). Algumas estações ficam em áreas pouco habitadas, o usuário percebe logo após que passa a estação Asa Branca em Curicica. A região tem muitos prédios e pouco fluxo de usuários,  já é diferente se comparando a BRT Transcarioca, onde a maior parte das estações estão em áreas mais populosas e com comércio mais abrangente .

Prédios e pouco comércio na região diminui o fluxo de passageiros após a estação Asa Branca em Curicica / Foto Rogério Silva
Prédios e pouco comércio na região diminui o fluxo de passageiros após a estação Asa Branca em Curicica / Foto Rogério Silva

Os ônibus não são novos, mas estavam limpos, o sistema de ar condicionado funcionou bem, mesmo sabendo que não estamos no verão. O sistema de sinalização sonora que informa as estações, não está funcionando, pois não indicava a maioria das estação e quando funciona, dizia o nome da estação errada. Completei todo o trajeto em 32 minutos chegando ao Terminal do Recreio bem rápido, pois o embarque e desembarque era feito sem maiores problemas.

Em 32 minutos o usuário chega no Terminal Recreio / Foto Rogério Silva
Em 32 minutos o usuário chega no Terminal Recreio / Foto Rogério Silva

Para se ter uma ideia, na estação Colônia, não tinha nenhum passageiro embarcando ou desembarcando. Dentre as estações que devem receber maior fluxo de passageiros, está a São José de Magalhães Bastos, Marechal Fontenelle e Asa Branca, na primeira é devido a integração com os Trens da Supervia que facilita o acesso de quem mora nas regiões de Senador Camará, Bangu, Padre Miguel e Realengo. O bairro da Sulacap terá um terminal de integração com o BRT e é esperado um aumento do fluxo na região, mas o terminal ainda não está em funcionamento

O terminal ao lado do CEFAP na Sulacap ainda não esta funcionando / Foto Rogério Silva
O terminal ao lado do CEFAP na Sulacap ainda não esta funcionando / Foto Rogério Silva

A Transolimpica ainda não esta liberada para veículos, segundo informações, a mesma abre no dia 26/08 é terá pedágio, o valor a ser pago pelo motorista é o mesmo aplicado na Linha Amarela, ou seja,  R$ 5,90 entre ida e volta.

 

A Transolipica estará aberta para veículos na próxima sexta dia 26/08 é terá pedágio no valor de R$ 5,90 / Foto Rogério Silva
A Transolipica estará aberta para veículos na próxima sexta dia 26/08 é terá pedágio no valor de R$ 5,90 / Foto Rogério Silva

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here