quarta-feira , 19 setembro 2018
Home / Destaque / Pesquisa aponta que Marcelo Crivella lidera corrida pela Prefeitura do Rio

Pesquisa aponta que Marcelo Crivella lidera corrida pela Prefeitura do Rio

O DIA

Rio – Pesquisa do Instituto Paraná aponta que o senador Marcelo Crivella (PTB) lidera a corridapela Prefeitura do Rio, com 33,7% das intenções de voto. Em seguida, vem o senador Romário (PSB), com 21,1%. Em terceiro lugar, empatados tecnicamente, estão o deputado estadual Marcelo Freixo (Psol), com 9,7% das intenções de voto, e o deputado federal Jair Bolsonaro (PP), com 8,3%. Em um eventual segundo turno, Crivella sai vitorioso, qualquer que seja o adversário.

Pelo levantamento, o prefeito Eduardo Paes será o grande cabo eleitoral das eleições municipais de 2016. “A eleição vai ser polarizada entre o Crivella, o Romário e o candidato indicado por Paes, seja quem for. O Paes vai fazer o candidato dele ser competitivo”, diz Murilo Hidalgo Lopes de Oliveira, diretor do Instituto Paraná.
Segundo ele, uma possível troca do secretário Pedro Paulo como candidato do PMDB não deixaria sequelas na sucessão municipal.

Pesquisa aponta liderança de Crivella

Foto: Arte O Dia

Eduardo Paes vem sendo pressionado pelo PMDB a substituir Pedro Paulo, acusado de violência doméstica pela ex-mulher. “Como o Pedro Paulo tem um desempenho fraco e não é conhecido, poderá ser trocado sem problemas”, afirma Murilo. Pedro Paulo aparece com 3,9% das preferências. Apontado como um dos possíveis substitutos de Pedro Paulo, o secretário estadual de Transportes, Carlos Osório, aparece com 1,4%.

A pesquisa, no entanto, aponta queda de popularidade da administração de Eduardo Paes de mais de dez pontos em menos de seis meses. Hoje, o prefeito é aprovado por 42,5% dos cariocas, contra 53,1% em julho. Mesmo assim, 25,8% afirmaram que votarão em candidato apoiado por ele nas eleições de 2016. “A popularidade do Paes não é ruim, principalmente secomparada a de outros governantes”, observa Murilo.
O Instituto Paraná realizou a pesquisa sobre a sucessão municipal no Rio entre os dias 10 e 14 dezembro. Foram entrevistadas 925 pessoas. A margem de erro é de 3,5% .
Maioria defende afastar Dilma e Eduardo Cunha

Quase 80% dos eleitores dom Estado do Rio de Janeiro defendem o afastamento do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). O resultado está na pesquisa realizada pelo Instituto Paraná com 1.690 eleitores, em 44 municípios, entre os dias 9 e 13 de dezembro. Foram 78,7% favoráveis ao afastamento do peemedebista.

O mesmo levantamento mostra que 59,6% do eleitorado fluminense que o impeachment da presidente presidente Dilma Rousseff. Pela pesquisa, a popularidade da petista continua em baixa: 83,8% desaprovam sua administração.

A pesquisa perguntou também quem deveria ser afastado primeiro: Dilma ou Cunha. Deu empate, com 35,7% para o peemedebista, e 35,2% para a presidente da República. Já 26,1% responderam que ambos devem ser afastados de seus cargos.
População desaprova Saúde do Rio
Pesquisa do Instituto Paraná aponta altos índices de reprovação do governo de Luiz Fernando Pezão nas áreas de saúde, segurança pública e educação.

Pelo levantamento, 87,2% da população do Rio desaprovam as políticas para a saúde pública. Em seguida, vem a segurança pública, com 81,8% de desaprovação. Já 75,1% condenaram a área de educação.
Na pesquisa espontânea, a área de segurança pública lidera as preocupações: 39,6% dos eleitores fluminenses apontaram o setor como o mais problemático do governo Pezão. Já a saúde foi considerada por 29% dos entrevistados como o segundo maior problema do estado.

Pela pesquisa, que ouviu 1.690 eleitores, a administração de Pezão é desaprovada por 68,1% da população.

Print Friendly, PDF & Email

Veja Também

Imagem reprodução rede sociais

Dois homens são mortos a tiros e pedestre é baleado em Quintino Segundo informações preliminares, caso pode ter sido acerto de contas entre milicianos e traficantes. Vítima de bala perdida foi encaminhada ao Salgado Filho

Dois homens foram mortos e um pedestre foi baleado, na manhã desta segunda-feira, em Quintino, ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *