quarta-feira , 19 setembro 2018
Home / Destaque / Pesquisa faz levantamento de serviços, no Rio, para quem tem animais de estimação Valores chegam a dobrar quatros vezes mais de um lugar para o outro

Pesquisa faz levantamento de serviços, no Rio, para quem tem animais de estimação Valores chegam a dobrar quatros vezes mais de um lugar para o outro

Imagem reprodução da Internet

Consulta em veterinário é bem mais barato em Anchieta, na Zona Norte. A Sozed tem 48 cães e 140 gatos disponíveis para adoção.

O Brasil é o quarto país do mundo em número de animais domésticos. São mais de 130 milhões. E representam um gasto elevado: banho, tosa, vacina, veterinário, além de ração e brinquedos. A Proteste pesquisou cada um desses serviços em alguns bairros do Rio e constatou diferentes preço. (Confira a íntegra da pesquisa).

Os animais domésticos estão cada vez mais bem tratados. Os donos dispensam todos os mimos aos bichos, como se eles fossem um filho. As pet shops movimentam uma indústria bilionária. Em 2017 esse mercado movimentou mais de R$ 20 bilhões.

São tratamentos estéticos, petiscos naturais e tem até vinho e cerveja. As lojas têm centenas de brinquedos, bichos de pelúcia e até um carrinho igual ao de bebê. Os gastos são altos e a palavra-chave para economizar é planejamento, como diz Henrique Lian, da Proteste.

“Os cuidados essenciais com os animais, que são as consultas de rotina, as vacinações frequentes e os cuidados com higiene e estética são programáveis. Portanto, é preciso planejar, ter um cronograma, pesquisar preços”, disse Lian.

A Proteste pesquisou o preço de 12 serviços em 48 lojas de 26 bairros do Rio. Uma consulta de rotina no veterinário, por exemplo, é mais barata na Zona Norte. Em Anchieta custa R$ 40, em compensação na Lagoa, na Zona Sul, os donos de bichos de estimação têm de desembolsar R$ 250.

Os bichos podem precisar de um hemograma. Na Tijuca, na Zona Norte, custa R$ 32. No Recreio dos Bandeirantes, na Zona Oeste, que tem o preço mais alto, o serviço sai por R$ 164.

“A medicina veterinária não é barata. Muitas vezes uma consulta equivale a uma consulta humana e a grande surpresa, a distorção do teste, foi o hemograma. O mais barato para o pet é mais caro que o hemograma humano mais caro”, disse Lian.

Em relação a banho e tosa, a Barra da Tijuca, na Zona Oeste, é onde os preços são mais altos. Podem ser até 40% mais caros, principalmente quando comparado com o serviço na Zona Norte. O banho com tosa a máquina custa R$ 125 na Barra, e em Anchieta é R$ 50.

A maior diferença de valor para um mesmo serviço está na Zona Sul: escovação de dentes. Em Copacabana, sai por R$ 5. Em Ipanema, é quase R$ 60.

Ana Teresa de Paulo Madruga, dona de pet shop, diz que tem cinco pacotes de serviços diferentes para atender a todas as necessidades.

“A ideia é oferecer uma variedade grande e em todos os pacotes ele tem alguma vantagem”, disse a comerciante.

A Sozed está com 48 cães e 140 gatos disponíveis para adoção. Eles estão tão superlotados que não podem mais fazer resgates, porque não há espaço. Tem animais de todas as idades e cães e gatos de todos os tipos. Muitos chegam com sinais de maus-tratos ou abandono.

Quem tiver interesse em adotar um deles precisa procurar a Sozed com identidade, comprovante de residência e CPF, para passar por uma entrevista. O pessoal faz uma verificação para saber se o interessado está apto a cuidar do animal. No caso de cães mais velhos, eles fazem uma visita para ambientá-los quando chegam à casa nova.

Também há feiras de adoção aos sábados, em locais que variam sempre. Em geral, nos meses bons, são de dez a doze adoções. Nos meses mais fracos, são umas oito.

Vinte voluntários trabalham para ajudar a instituição, mas todo mundo pode ajudar. É possível doar material de limpeza, ração, fazer o apadrinhamento de um animal específico e ajudar com uma quantia mensal.

A Sozed também tem uma clínica veterinária a preços populares, que oferece consultas, exames e cirurgias por preços mais baixos do que clínicas convencionais. Uma parte do dinheiro vai para pagar os veterinários, medicamentos e manutenção do espaço, outra vai para o cuidado com os animais do abrigo. Quem quiser ajudar pode ligar para 2273-8233.

Fonte G1 | Por Priscila Chagas e Edvaldo Dondossola , Bom Dia Rio

Print Friendly, PDF & Email

Veja Também

Imagem reprodução rede sociais

Dois homens são mortos a tiros e pedestre é baleado em Quintino Segundo informações preliminares, caso pode ter sido acerto de contas entre milicianos e traficantes. Vítima de bala perdida foi encaminhada ao Salgado Filho

Dois homens foram mortos e um pedestre foi baleado, na manhã desta segunda-feira, em Quintino, ...